17 de fevereiro de 2017
Imprensa
Prefeito Arnon Bezerra participa de reunião com a comunidade do bairro Pedrinhas, a fim de regularizar títulos de unidades habitacionais

O Prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, participou, na tarde de ontem, da reunião, onde foi tratada a regularização de títulos equivalentes a 2 mil unidades habitacionais. O encontro com moradores, aconteceu na comunidade do bairro Pedrinhas, no Município, na Escola Modelo Doralice Figueiredo Rocha, e contou com a presença dos moradores que serão beneficiados com a isenção de custos na regularização fundiária urbana.

Também estiveram presentes a Secretária de Desenvolvimento Social e do Trabalho (SEDEST), Isabela Geromel, o Secretário de Gestão (SEGEST), Evaldo Soares, e a Presidente do Instituto de Desenvolvimento Institucional das Cidades do Ceará (IDECI), Rita Bezerra.

O Projeto é uma parceria do Governo do Estado do Ceará, por meio do IDECI, e da Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte. O objetivo é garantir o acesso à moradia plena. “Podem ter certeza que a Secretaria de Desenvolvimento Social e do Trabalho irá se empenhar ao máximo para conseguir realizar a dignidade da moradia, direito de todo cidadão”, afirmou a Secretária Isabela Geromel Bezerra de Menezes.

O Prefeito Arnon Bezerra disse estar tocado com o pedido da população para que pudesse dispor da escritura dos imóveis. “A prefeitura se sensibilizou por uma questão de justiça, porque somos todos iguais e queremos crescer juntos”, afirmou.

Para o Secretário da SEGEST, Evaldo Soares, a participação da comunidade em um momento como o ocorrido é de suma importância, uma vez que eles podem tirar suas dúvidas e serem esclarecidos, no que diz respeito a alguns outros assuntos e inquietações existentes. “Nós estamos aqui para melhorar a habitação de vocês. A participação de todos do bairro é importantíssima”, destacou o Secretário.

Para Rita Bezerra, a regularização fundiária urbana vai além do título da propriedade em si. Há todo um benefício por trás. Ainda de acordo com a Presidente do IDECE, o assunto começou a ser discutido a partir de um projeto apresentado por integrantes da própria comunidade, informando as duas mil unidades habitacionais que não tinham os seus títulos regularizados. “Foi desenvolvido um projeto, conseguimos o recurso e, já em 2017, entramos em contato com a Prefeitura e recebemos todo o apoio necessário para execução do trabalho”, destaca. Os títulos deverão ser entregues aos moradores do bairro no final desse ano.


Tópicos: