21 de fevereiro de 2017
Imprensa
Audiência Pública discute destino do estacionamento do Centro de Apoio aos Romeiros

O Ministério Público Estadual realizou audiência com o Secretário de Turismo e Romaria (SETUR), Junior Feitosa, a Secretária de Infraestrutura (SEINFRA), Gizele Menezes, e o Vice-Prefeito e Secretário Interino de Segurança Pública e Cidadania (SESP), Giovanni Sampaio, para tratar da situação de estacionamento do Centro de apoio aos romeiros, equipamento municipal que se encontrava em estado de depredação até a Romaria de Nossa Senhora das Candeias, que aconteceu de 29 a 2 de fevereiro.

Também estiveram presentes representantes da Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos (SEMASP), Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) e o Comandante da Guarda Civil Municipal, José Claudio Belino.

Considerando a mudança de gestão e o trabalho realizado durante a romaria de Candeias, com a reativação do estacionamento para embarque e desembarque dos motoristas de ônibus que trazem romeiros de diversas cidades do Nordeste, o Promotor de Justiça, Francisco das Chagas, convocou a reunião para definir o destino do equipamento. A finalidade é organizar o tráfego dos romeiros nas proximidades da Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores.

O problema maior, segundo o Secretário Interino de Segurança Pública e Cidadania, Giovanni Sampaio, é o vandalismo que acontece durante o período fora da romaria. Segundo ele, o efetivo de guardas municipais não cobre todos os equipamentos públicos da cidade. “Precisamos analisar bem essa situação de forma que não prejudique os motoristas que estacionam no local. O ideal é que o equipamento continue funcionando com a finalidade para que foi construído, mas com a segurança de que continuará em perfeito estado de uso. Uma alternativa seria instalar um sensor de segurança com alarmes, mas precisamos avaliar se é viável”, afirma o Secretário.

O Secretário de Turismo e Romaria, Júnior Feitosa, enfatizou a importância do equipamento durante o período de romaria. “Os principais beneficiados são os visitantes, que veem a cidade organizada. Com uma pequena organização já percebemos a satisfação dos motoristas que antes precisavam pagar caro em estacionamentos privados. Se o estacionamento for revitalizado, Juazeiro do Norte só tem a ganhar”, avalia.

Para uma definição do destino do equipamento, a SETUR, SEINFRA e SESP ficaram de elaborar um projeto com proposta de revitalização. O prazo para a entrega é de dois meses.

Fotos: Samuel Macedo


Tópicos: