Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte

8 de março de 2017
Imprensa
CAPS AD celebra Dia Internacional da Mulher com familiares de usuários

O Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (CAPS-AD), promoveu um encontro com as mulheres das famílias dos usuários do equipamento, para comemorar o Dia Internacional da Mulher, e mostrar a importância do apoio da família durante o tratamento. Elas assistiram palestras, conversaram com a equipe multidisciplinar do CAPS e participaram de um bingo, para promover um momento diferente para a maioria delas.

A ideia de celebrar datas comemorativas dentro dos Centros é uma maneira de contribuir para a ressocialização dos usuários, no caso do CAPS AD. Muitos deles estão em situação de dependência química, o que compromete a convivência no ambiente familiar. Ao levar a família para a unidade, a equipe espera sensibilizá-las para contribuir com o andamento do projeto terapêutico feito para cada paciente.

Segundo a coordenadora do CAPS AD, Renata Nobre, o projeto é traçado individualmente, de acordo com a avaliação dos profissionais, e a participação familiar é de extrema importância. “A gente vê os vínculos familiares muito fragilizados, porque a família acaba se tornando subdependente. Quando o paciente está em tratamento, dependência ou recaída, a família assume todas as responsabilidades que ele tinha em casa. O nosso objetivo é fazer com que a família também faça adesão ao tratamento”, explica a coordenadora.

Além disso, através de momentos como esse, a equipe do CAPS consegue ter retorno da família sobre o paciente, como está o comportamento em casa, como ele tem lidado com o tratamento, etc. São cerca de 1.500 prontuários, e quase 50 precisam de acompanhamento diário. É importante que os familiares tenham consciência sobre o tratamento, e possam dar essa resposta.

O CAPS oferece atendimento ao usuário através de atividades terapêuticas e preventivas, promovidas através de uma equipe multidisciplinar composta por médico clínico, psiquiatra, psicólogo, enfermeiro, técnico de enfermagem, farmacêutico, assistente social, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, professores, artesãos, entre outros. Atende situações encaminhadas pelas equipes de Estratégia da Família, e demanda livre.


Tópicos: