29 de março de 2017
Imprensa
Gestão administrativa participa de audiência pública realizada pela Ouvidoria Geral do TJCE

Durante o evento, a secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho solicitou ao poder judiciário, a instalação de uma Vara Especial voltada à criança e ao adolescente

O Prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, participou de audiência pública coordenada pela Ouvidoria Geral do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), para discutir mecanismos de aperfeiçoamento e fortalecimento dos serviços prestados pela justiça, na tarde da terça-feira, 28, no Memorial Padre Cícero.

O encontro foi articulado pelo Juiz da 1ª vara cível da Comarca de Juazeiro do Norte e Diretor do Fórum Desembargador Juvêncio Joaquim de Santana, e reuniu representantes de vários segmentos da sociedade civil para ouvir as demandas da população na gestão do poder judiciário.

Na ocasião, o Prefeito agradeceu a oportunidade de participar de um evento dessa natureza, em que a população tenha a oportunidade de apresentar suas demandas para que junto do poder judiciário seja encontrada a melhor solução. “Precisamos ouvir as reivindicações da população. Essa é a melhor maneira de conduzir uma sociedade livre e soberana”, disse.

A Secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho, Isabela Bezerra, também presente no evento, solicitou ao Poder Judiciário a instalação de uma Vara Especial para questões relacionadas à criança e ao adolescente. “Enquanto gestão, estamos comprometidos com a política que atende as crianças e adolescentes da nossa cidade. Juazeiro do Norte tem a necessidade de receber uma área especializada para as nossas crianças e adolescentes, e, dito isso, como gestão, coloco à disposição todo o nosso apoio em relação a estrutura e equipe disciplinar para que essa demanda se torne realidade”, afirmou.

Com as demandas, será elaborada a Carta de Juazeiro do Norte e em seguida será apresentada aos chefes dos poderes envolvidos na ação.

Estiveram presentes, representantes da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), do Ministério Público, da Defensoria Pública, Magistrados, da OAB e da Câmara de Juazeiro do Norte.  


Tópicos: