10 de maio de 2017
Imprensa
Secretaria de Educação dialoga com professores readaptados

Com o objetivo de conhecer as condições dos professores readaptados da Rede Municipal de Ensino, a Secretaria de Educação de Juazeiro do Norte (SEDUC) vem se reunindo com esses profissionais para reavaliar os postos de trabalho nos quais estão inseridos atualmente. Professor readaptado é aquele que, por sérias razões de saúde, fica impossibilitado, temporária ou permanentemente, de exercer as suas funções para as quais foi selecionado. Após perícia médica que comprove o seu impedimento de atuar como professor, ele fica afastado de suas funções originais e passa a exercer outras atividades na rede de ensino.

A SEDUC tem identificado que em muitos casos, esses professores estão em disfunção e realizando trabalhos que os deixam insatisfeitos. Esse é um momento importante para dialogar com esses servidores para que eles possam ocupar lugares de atuação na Educação do Município, de forma que possam contribuir da melhor forma possível.

Dolores Rocha, servidora técnica da SEDUC, que está coordenando o trabalho de realocação dos readaptados, explica que a intenção é fazer com que todos sejam lotados e se sintam produtivos, úteis e felizes. “Temos a consciência de que, apesar de não estarem na regência de sala de aula, eles são servidores e têm como contribuir produtivamente, para que nas escolas façam um trabalho de qualidade, ressalta Dolores Rocha.

Dessa forma, os professores readaptados serão lotados em programas implantados pela SEDUC, bem como nos trabalhos administrativos nas secretarias das escolas. De acordo com a Secretária de Educação, Maria Loureto de Lima, desde o início da gestão que se vem buscando conhecer as reais condições que envolvem cada profissional, para que os postos de trabalhos sejam preenchidos adequadamente, sem prejuízo para o Município e para o professor. “Nós estamos com a sensibilidade de conhecer cada um e preencher as carências existentes com as diversas possibilidades de atuação desses profissionais. Por isso, acreditamos que está havendo um entendimento muito agradável entre nós e os professores readaptados”, comenta a Secretária.


Tópicos: