11 de maio de 2017
Imprensa
Prefeitura de Juazeiro do Norte convoca população a combater o Aedes aegypti

A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, por meio do Núcleo de Epidemiologia, da Secretaria de Saúde, confirmou 5 casos de chinkungunya (3 no Franciscanos, 1 no Betolândia e 1 no Sitio Gavião) e 3 casos de dengue (2 no Franciscanos e 1 no Aeroporto) no Município. Até o final de março apenas um caso de dengue havia sido confirmado. Nenhum caso de zika vírus foi confirmado.

A campanha de combate ao mosquito transmissor das doenças está sendo intensificada no Município, com atuação pontual também nas áreas onde foram detectados os casos. A participação da população com ações de prevenção se torna essencial para conter o mosquito.

Além dos casos confirmados, muitas notificações têm chegado ao Núcleo de epidemiologia como suspeita de dengue e chikungunya, e estão sendo investigados. Visando combater o mosquito Aedes aegypti, a Prefeitura de Juazeiro do Norte, através do Núcleo de Endemias da Secretaria de Saúde, tem realizado constantes visitas aos imóveis residenciais e comerciais, terrenos baldios, pontos críticos, entre outros, fiscalizando e eliminando os criadouros do mosquito.

Também tem sido realizado o Dia ‘D’ de Combate ao Mosquito em diversos bairros, quando a SESAU, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Amaju, Secretaria de Educação, e outras pastas realizam caminhadas.

As visitas em bairros com altos índices de infestação também são intensificadas, como o João Cabral, Jardim Gonzaga e Pedrinhas. Novas ações já estão sendo programadas para este mês de maio. Outra ação importante é a coleta de lixo, realizada regularmente em todos os bairros do Município, bem como a retirada de entulho, evitando que se formem criadouros do inseto nas ruas.

Dessa forma, fica para a população o chamado a aderir a causa. Fazer regularmente a faxina em toda a casa e quintal, eliminando os focos, verificando se os reservatórios de água estão sempre bem tampados, não deixando baldes, garrafas, e outros objetos que possam acumular água espalhados, vedar caixas e toneis, deixar lonas de cobertura sempre bem esticadas para não acumular água, colocar o lixo na rua somente no dia da coleta, entre tantas outras ações simples, mas que são muito eficazes na luta contra o Aedes aegypti.

Fotos: Anderson Duarte


Tópicos: