16 de maio de 2017
Imprensa
SEDUC e Enel firmam parceria para combater desperdício

A Secretaria de Educação de Juazeiro do Norte firmou parceria com a Enel Distribuidora (antiga Coelce) para a realização do Projeto Energia nas Escolas, que tem como objetivo despertar a consciência crítica dos estudantes e da comunidade para combater os desperdícios, não só de energia, mas dos recursos naturais como um todo, tratando da conservação e preservação ambiental. O projeto é também uma ação no sentido de sensibilizar as autoridades da área de Educação do Estado do Ceará, dos municípios e também da direção das escolas onde o programa deve atuar.

Ao longo de sua execução no Município de Juazeiro do Norte, o Energia nas Escolas deverá capacitar educadores para trabalharem junto aos alunos e a comunidade, sobre os aspectos da importância do combate ao desperdício. Para isso, serão utilizados recursos didáticos e pedagógicos, através da utilização de materiais que serão distribuídos gratuitamente entre os alunos das escolas participantes, além de livros direcionados para todas as séries do ensino fundamental e algumas salas do Ensino de Jovens e Adultos (EJA), localizadas em vários bairros da cidade.

O projeto contará com a participação de 25 escolas do Ensino Fundamental da rede municipal. Para Ana Maria Soares, gerente do Ensino Fundamental 2 da SEDUC Juazeiro do Norte, o Energia nas Escolas “é um projeto muito importante e oportuno na medida em que se compreende que a consciência do consumo racional de energia elétrica, deve começar a partir dos primeiros contatos das nossas crianças com o mundo e com a educação. Por isso, daremos o apoio necessário para que ele aconteça plenamente no nosso Município”, afirma.

A Enel deverá realizar capacitações com os professores antes que o projeto atue diretamente na comunidade escolar. Foram selecionados seis professores por escola participante, que terão os primeiros contatos com o material didático de forma orientada, por facilitadores designados pela empresa de distribuição de energia.


Tópicos: