15 de junho de 2017
Imprensa
CRI promove caminhada em alusão ao Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa

Cerca de 300 idosos percorreram a Rua São Pedro, no Centro de Juazeiro do Norte, nesta quarta-feira, 14, com faixas e cartazes chamando a atenção da população sobre a necessidade de combater qualquer tipo de violência contra à pessoa idosa. A caminhada terminou no Serviço Social do Comércio (SESC), onde foram oferecidos serviços de saúde para os participantes.

Os participantes tiveram direito a brindes, lanche, aferição de glicemia e pressão e aula de ginástica oferecida por educadores físicos. Também estiveram presentes, o grupo de idosos do CRAS do território Frei Damião e equipe técnica da SEDEST. Segundo os organizadores do evento, essa é uma forma de despertar na população, de forma mais direta, a conscientização do respeito para com as pessoas idosas.

Serviços

Diariamente, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (SEDEST) desenvolve atividades que trabalham a autoestima e o autoconhecimento por meio de serviços específicos que promovem o envolvimento social para as pessoas idosas, por meio do Centro de Referência do Idoso.

Atualmente, o equipamento atende 384 idosos, oferecendo condições psicológicas e físicas, e trabalhando o envolvimento social por meio de atividades prazerosas. Educação física, hidroginástica, fisioterapia, massoterapia, atendimento geriátrico e psicológico, tanto individual quanto em grupo, artesanato e coral, equipe de enfermagem e de assistentes sociais todos os dias, são alguns dos serviços oferecidos pelo Centro.

Denúncias

Todos os dias são registrados casos de violência ao idoso, quando uma denúncia dessa natureza é registrada, imediatamente é encaminhada a uma equipe da Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI) junto ao Programa de Atenção Integral à Família (PAIF) para apuração de informações e os devidos encaminhamentos para atendimentos especializados.

Dia de combate

O Dia Mundial de Conscientização da Violência contra à Pessoa Idosa foi instituído em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa, com objetivo de criar consciência mundial, social e política da existência de tal violência e, consequentemente, disseminar a ideia de não silenciá-la ou aceitá-la como normal.


Tópicos: