19 de setembro de 2017
Imprensa
Teatro Marquise Branca e URCA iniciam aulas de teatro gratuitas para crianças e jovens

Uma parceria firmada no início de julho deste ano entre a Secretaria de Cultura de Juazeiro do Norte, por intermédio do Teatro Marquise Branca e a Universidade Regional do Cariri (URCA), deu início nesta segunda-feira, 18, a um curso gratuito de teatro para crianças e jovens de Juazeiro do Norte.

O curso tem previsão de conclusão em dezembro deste ano e será ministrado pelo grupo de pesquisas Teatro do Oprimido no Cariri (Toca), para 40 alunos. Eles estão divididos em duas turmas. Uma delas terá aulas às segundas e quartas-feiras e a outra nas terças e quintas-feiras. Cada uma monitorada por dois alunos bolsistas do curso de Licenciatura em Teatro da URCA. Ao final, será apresentada uma mostra com o resultado do trabalho desenvolvido.

Teatro do Oprimido

De acordo com o Coordenador do Curso de Licenciatura em Teatro da URCA, Professor Mateus Gonçalves, o curso terá quatro módulos que irão aprofundando as técnicas do Teatro do Oprimido, como o conhecimento do corpo, técnicas básicas de interpretação e o aprofundamento de outras. 

Segundo Mateus Gonçalves, o curso terá um viés de discussão social muito forte, que é uma característica do Teatro do Oprimido. “Buscaremos trazer uma reflexão com essa meninada sobre as opressões cotidianas que elas sofrem e como elas podem agir através da arte para superá-las”, comenta o professor.

O Teatro do Oprimido é uma metodologia criada por Augusto Boal nos anos de 1960 que usar o teatro como ferramenta de trabalho político, social, ético e estético, contribuindo para a transformação social.

Parceria com a Sedest

O diretor do Teatro Marquise Branca, Leonardo de Luna, comenta que desde o início dos trabalhos dessa gestão que a Secretaria de Cultura e o Teatro Marquise Branca, vem buscando realizar parcerias com instituições e artistas para movimentar o espaço. “A parceria com a URCA foi uma ideia que tivemos juntamente com o curso de Licenciatura em Teatro para trazer uma oficina de artes cênicas para jovens do município atendidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest). E isso está sendo muito bom, porque além de movimentar o teatro, estamos também auxiliando no desenvolvimento dessas crianças e jovens carentes”, diz Leonardo de Luna.

A Secretária Executiva de Cultura, Sandra Nancy, diz que uma das propostas da Secult Juazeiro do Norte, é ter contato direto com as universidades através da Extensão Universitária. Além dessa primeira parceria, outras estão sendo formatadas com a URCA. “Vamos ter contação de histórias, em parceria com o curso de Pedagogia e alunos do curso de história em breve atuarão no Memorial Padre Cícero”, comenta a Secretária Executiva. Ela lembra que os alunos da universidade que atuarão nesses projetos de extensão, têm a oportunidade de exercitar os conhecimentos teóricos que vê durante seus estudos. “Ganham os alunos e ganha também a comunidade”, finaliza Sandra.

Fotos: Helio Filho


Tópicos: