21 de setembro de 2017
Imprensa
Sedest promove palestra sobre exploração patrimonial para idosos do CRI

Abrindo a Semana do Idosos, que acontece de 02 a 05 de outubro, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest) promoveu nesta quinta-feira, 21, palestra no Centro de Referência do Idoso (CRI) sobre combate e exploração patrimonial, com profissionais da área.

Explanaram sobre o assunto, de acordo com as suas especialidades, a técnica do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Cíntia Valéria Gomes, representantes do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Francileide Santana, Isis Dino e Geiza Feijó e o presidente do Conselho Municipal dos Direitos dos Idosos (CMDI), Carlos Josias Moreira. Também estiveram presentes, o diretor da Proteção Social Especial, Sandoval Barreto, e a coordenadora do CRI, Eunice Galvão.

As palestras trouxeram questões pertinentes ao Estatuto do Idoso, Lei 10.741/2003, que prevê como crime a conduta de receber ou desviar bens, dinheiro ou benefícios de idosos. Segundo especialistas, pode ocorrer quando o idoso, por necessitar de ajuda, confia alguém que deveria auxiliar. Normalmente essa exploração acontece por alguém próximo, familiar, funcionário de banco ou outra instituição, que se aproveita para apropriar ou desviar bens da pessoa idosa.

Os presentes puderam tirar dúvidas e receber informações e orientações dos profissionais para o enfrentamento efetivo do problema. Também expuseram ocorrências de fraudes e golpes que afligem a vida financeira e previdenciária dos idosos e como evitá-los. O evento também contou com a participação do Coral do CRI, que fez apresentação de músicas do cantor e compositor, Luiz Gonzaga. 

Fotos: Helio Filho

Galeria de fotos


Tópicos: