8 de novembro de 2017
Imprensa
Turismo Sustentável é tema de palestra da Seduc para professores de Arte Educação

A Secretaria de Educação de Juazeiro do Norte (Seduc) reuniu, na manhã desta terça-feira, 7, no Instituto Juazeiro de Educação Superior (IJES) professores de Arte Educação do Ensino Fundamental, para participarem da palestra “Turismo Sustentável para o Desenvolvimento”, ministrada pelo professor da Universidade Regional do Cariri (Urca) Francisco Idalécio de Freitas, também coordenador do Geopark Araripe.

O objetivo da palestra foi a apresentação do tema do IV Concurso Escolar Gea-Terra Mãe, promovido pelo Geopark Araripe, aos professores do Município que irão orientar trabalhos desenvolvidos por alunos das escolas municiais para serem inscritos na disputa. Na oportunidade, o professor Francisco Idalécio de Freitas deu alguns exemplos e falou de conceitos atuais de sustentabilidade aplicados pelo setor público e privado na região e no mundo, além apresentar o Georpark Araripe a todos os presentes.

Nessa quarta edição, o Concurso Escolar Gea-Terra Mãe visa fomentar atividades que englobem estudos das Geociências e o Desenvolvimento Sustentável. O concurso será realizado junto às escolas públicas municipais e estaduais estabelecidas nos municípios que conformam o território do GeoPark Araripe, sendo aberto aos níveis de ensino fundamental, médio/profissionalizante e superior.

A proposta é que a temática do concurso seja apresentada a partir de projetos artísticos e culturais desenvolvidos pelos alunos. Por isso, com essa palestra, a ideia da Seduc é sensibilizar e incentivar os professores à estimularem seus alunos para a produção de trabalhos que possam participar concorrer. A rede municipal de educação possui cerca de 215 professores de Arte Educação lotados no Ensino Fundamental.

A Secretária de Educação, Maria Loureto de Lima, acredita que a sala de aula é um espaço propício para o desenvolvimento de ações pedagógicas, que visem trabalhar conceitos e atitudes que promovam condições sustentáveis. “Ou adquirimos uma consciência de sustentabilidade para melhor viver, ou estaremos fadados a um sofrimento maior no que se refere a qualidade de vida. Considero a educação o viés para serem trabalhadas as ideias que nos darão melhores condições de vida”, disse a Secretária.

Galeria de fotos


Tópicos: