6 de maio de 2018
Imprensa
Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos comemorado com ação da Saúde

No último sábado (05), foi comemorado em todo o país o Dia do Uso Racional de Medicamentos. Para celebrar a data, a Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte, através da Coordenadoria de Assistência Farmacêutica (CAF), e em parceria com a Faculdade de Juazeiro do Norte (FJN), realizou um evento de promoção à saúde na Praça José Geraldo da Cruz.

A atividade contou com o apoio do banco de alimentos da Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (SEDEST) e das coordenações da Atenção Primária, Núcleo de Apoio á Saúde da Família (NASF), da Imunização, do Núcleo de Mobilização Social, Vigilância Sanitária e Núcleo de Controle de Endemias da Secretaria de Saúde.

Hábitos saudáveis

O objetivo do evento foi estimular a prática de hábitos saudáveis, na tentativa de reduzir a utilização de medicamentos e diminuir as interações medicamentosas, intoxicações gerais e reações adversas. Foram abordados diversos temas, com a oferta de serviços em saúde para a população.

Os profissionais do NASF realizaram avaliação e exercícios físicos, além de estimularem a população a ter uma alimentação saudável. Foram ofertados ainda serviços de aferição de pressão arterial, medição da glicemia capilar e vacinação contra a gripe, hepatite B e tétano.

O núcleo de Infectologia realizou a prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), com a distribuição de preservativos femininos e masculinos. Já o Núcleo de Controle de Endemias e a Vigilância Sanitária distribuíram repelentes e hipoclorito de sódio, para a prevenção das doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti e desinfecção da água para o consumo humano, respectivamente.

A FJN trabalhou ainda a divulgação da fitoterapia, que é o tratamento ou prevenção de doenças através do uso de plantas, e também orientou sobre o descarte consciente de medicamentos vencidos ou em desuso. Uma vez que este descarte é feito de forma incorreta, no lixo comum ou no esgoto, pode contribuir para causar danos ambientais e à saúde pública.

“Esperamos conscientizar a população de Juazeiro que é preciso parar de se automedicar, pois o medicamento que o vizinho toma pode não servir para você e a diferença entre curar e matar está na dose. Portanto, procure o seu farmacêutico”, orientou a coordenadora de medicamentos essenciais e estratégicos da Assistência Farmacêutica do Município, Renata Bezerra.

Galeria de fotos


Tópicos: