28 de maio de 2018
Imprensa
Prefeitura Municipal realiza inspeção integrada em mercados municipais

A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte iniciou nesta segunda-feira (28) uma série de inspeções nos mercados públicos do Município. A ação integrada envolve as Secretaria de Saúde, através da Vigilância Sanitária; a Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por meio do Serviço de Inspeção Municipal (SIM); a Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos e a Autarquia Municipal de Meio Ambiente (AMAJU).

O Mercado Governador Gonzaga Mota (Mercado do Pirajá) foi o primeiro a ser inspecionado. O objetivo dessas inspeções é garantir que tanto fornecedores como permissionários estejam adequados às normas que garantem o bem-estar e segurança dos consumidores.

É de competência da Vigilância Sanitária observar, entre outras questões, a salubridade do local, através da inspeção do teto, piso e paredes dos boxes que comercializam alimentos, por exemplo. Além disso, são observadas as condições dos alimentos comercializados. No caso dos alimentos de origem animal, são verificados alguns sinais que podem indicar se os produtos estão inapropriados para o consumo.

“A Vigilância Sanitária trabalha em cima de minimização de riscos. Existe um risco imediato que deve ser resolvido e sanado imediatamente, e aqueles que terão prazos para o comerciante se adeque à realidade sanitária”, explicou o fiscal da Vigilância Sanitária, Ivanhoe Matos.

A diretora do SIM, Ivânia Sandra Ferreira, explica que a competência do Serviço de Inspeção Municipal é verificar a procedência dos produtos de origem animal. “Primeiro a gente vai esclarecer sobre o papel do SIM. Se os fornecedores não estiverem adequados a gente vai orientar, depois vai notificar para que se adequem. Nessas adequações eles vão contar com o nosso apoio profissional”, completou a diretora.

Posteriormente, os demais mercados públicos do Município passarão pela inspeção e será produzido um relatório com os resultados da fiscalização. “É um momento único, porque estamos unindo as secretarias em prol da segurança do consumidor. A gente quer que os fornecedores além de se adequarem, se orientem e entreguem um produto de qualidade para que seja comercializado”, ressaltou a diretora do SIM.

Fotos: Helio Filho

Galeria de fotos


Tópicos: