4 de julho de 2018
Imprensa
Juazeiro do Norte tem Indicador de Situação Previdenciária (ISP) acima da média

A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, através do Fundo Municipal de Previdência Social dos Servidores de Juazeiro do Norte (Previjuno), informa que o Indicador de Situação Previdenciária (ISP) de 2018, divulgado pela Secretaria de Previdência (SPREV), do Ministério da Fazenda, foi de 0,855, acima da média nacional que foi de 0,591, e acima da média do Estado, que foi de 0,499.

A divulgação do ISP de cada um dos 2.123 entes que possuem RPPS aconteceu por meio do Secretário de Previdência, Marcelo Caetano, durante o I Congresso Nacional de Previdência dos Servidores Públicos, em Florianópolis (SC), onde o Previjuno esteve presente.

“Estamos felizes com os resultados, porque comprovamos a adoção de medidas corretas. Contamos com o compromisso da administração atual com o Regime Previdenciário do Município, mas com compromisso de um melhoramento continuo e com ações técnicas e gerenciais, elevaremos os indicadores do RPPS de Juazeiro do Norte”, afirmou.

O ISP possibilita uma aferição mais precisa da qualidade da gestão ao traduzi-la em termos quantitativos. Evidencia, assim, de forma mais clara, a atual relação custo/benefício existente entre o esforço organizacional empreendido e o produto alcançado e viabiliza o exercício de projeções futuras, a partir de tendências reveladas pelos índices que venham a compor o modelo.

Além disso, o histórico do conjunto de resultados alcançados pelos Regimes Próprios nos cálculos dos indicadores realizados, constituirá importante ferramenta na verificação da consistência, coerência e efetividade de ações e medidas por eles adotadas, além de compor valioso balizador do planejamento das ações de acompanhamento e supervisão dos RPPS por parte da Secretaria de Previdência.

Com esse indicador, possibilitar-se-á estruturar ações de auditoria com foco no direcionamento da atuação mais prospectivo, avançando-se de forma mais contundente no “agir preventivo”, antecipando-se situações mais graves a partir da captação de dados que traduzam, como trajetória, o comportamento institucional do conjunto dos Regimes Próprios de Previdência Social.


Tópicos: