30 de janeiro de 2019
Imprensa
Dia da Visibilidade Trans: evento marca a luta e resistência da população T

Com o apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest), Juazeiro do Norte celebrou nesta terça-feira, 29, o Dia Nacional da Visibilidade Trans em evento realizado pelo Conselho Municipal de Direitos LGBT. Na ocasião, ocorreu o lançamento de campanha que garante o uso do nome social de pessoas trans e travestis em repartições públicas municipais.

Tido como marco na luta por direitos humanos, cidadania e respeito, o evento teve como tema "(Trans)formar é resistir". O Dia da Visibilidade Trans foi marcado com manifestações artísticas que exaltavam a luta e a resistência da população T. “Este também é um dia de comemorar a nossa existência, de grito por liberdade. A nossa luta é diária e pra toda a vida. Somos o país que mais mata LGBTs no mundo e precisamos mudar essa realidade”, afirmou a presidente do Conselho Municipal de Direitos LGBT, Brenda Vlascj.

A pauta do Dia da Visibilidade Trans é simples: exercer a cidadania com direitos e deveres comuns a qualquer outro indivíduo, mas que à população LGBT são negados diariamente com fundamento em um discurso reacionário e preconceituoso. Nesse sentido, a Sedest tem trabalhado para desconstruir a visão ignorante sobre as diversidades. “Dentro da política de assistência, trabalhamos com a ideia de garantia de direitos, combatendo toda e qualquer forma de exclusão. Temos o Núcleo para promoção de diversidade, assim como apoiamos o Conselho Municipal de Direitos LGBT. O nosso objetivo é criar uma cultura de paz, em que cada cidadã e cidadão posso viver plenamente a sua liberdade”, enfatizou o secretário adjunto da Sedest, Tiago Pereira.    

Juazeiro do Norte segue o parâmetro do decreto presidencial Nº 8.727, de 28 de abril de 2016, que dispõe sobre o uso social e o reconhecimento da identidade de gênero de pessoas transexuais e travestis.

Galeria de fotos


Tópicos: