2 de fevereiro de 2019
Imprensa
Secult Juazeiro do Norte apresenta resultados do Ciclo de Reis 2019

A Prefeitura de Juazeiro do Norte, por meio da Secretaria de Cultura e o Núcleo de Arte, Educação e Cultura Marcus Jussier, apresentou os resultados do Ciclo de Reis 2019 em reunião com a presença de mestres e articuladores dos grupos da Tradição Popular de Juazeiro do Norte. Na ocasião também foi feita uma avaliação das ações realizadas durante o evento.

Ao todo, foram 45 grupos envolvidos em 15 dias de trabalho e 20 terreiradas realizadas. De acordo com informações da Secretaria de Cultura de Juazeiro do Norte, participaram cerca de 900 brincantes de reisados, lapinhas, bandas cabaçais, maneiro-pau, bacamarteiros, mamulengos e cocos. Entre os pontos avaliados, mereceu destaque o trabalho realizado pelas lapinhas que percorreram ruas em diversos bairros, visitando igrejas e residências.

Dentro dessa perspectiva, a Secult estima que cerca de 50 mil expectadores puderam acompanhar, em algum momento, a programação do Ciclo de Reis 2019.

A Coordenadora do Ciclo de Reis, Maria Gomide, destaca que o projeto representa a grande força que a Cultura Popular tem em Juazeiro do Norte. “Mais uma vez podemos perceber a força desse projeto, trazendo uma união e fortalecimento das manifestações dentro das comunidades e o respaldo entre os mestres. Sem dúvida, é um presente para o Cariri o Projeto Ciclo de Reis”, comenta Maria Gomide.

O Secretário da Cultura de Juazeiro do Norte, Renato Fernandes, destaca que o Ciclo de Reis é o evento mais importante da Prefeitura de Juazeiro do Norte, realizado através da Secretaria de Cultura. “Ele é o mais importante porque contempla os verdadeiros personagens da cultura popular de Juazeiro do Norte e descentraliza a realização das terreiradas, contemplando, principalmente, as regiões periféricas do Município, que é onde estão concentrados os maiores números de grupos, brincantes e mestres da tradição”, disse Renato Fernandes. Ele destaca ainda que o Ciclo de Reis fortalece a economia criativa ao incentivar a produção de vestimentas, alegorias, ambientação e instrumentos.

Ponto Forte

Um dos pontos fortes do projeto Ciclo de Reis 2019 estão as apresentações dentro do fluxo de romaria que acontece no final e início de ano, culminando com o grande encerramento quando os grupos se apresentaram simultaneamente em três espaços diferentes nos Largos da Matriz, do Memorial e dos Franciscanos, no dia 06 de janeiro, com o objetivo de encantar também os romeiros que visitam a cidade no início de ano.

Galeria de fotos


Tópicos: