10 de julho de 2019
Imprensa
Guarda Civil que atuará na Patrulha Maria da Penha é capacitada com curso de Defesa Pessoal

A Prefeitura de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Segurança Pública e Cidadania, realizou nessa quarta-feira, 10, um curso de defesa pessoal para os guardas civis inscritos na formação da Patrulha Maria da Penha. As técnicas foram apresentadas pelo Subinspetor Eduardo, da GCM, instrutor credenciado pela Polícia Federal. O curso de defesa pessoal foi voltado para a imobilização e condução do agressor à delegacia, sem esquecer a abordagem psicológica. 
Agora, os guardas civis vão passar por uma prova, que trará questões como a Lei Maria da Penha, violência doméstica e familiar e medidas protetivas. Os temas foram discutidos durante toda a fase de capacitação, iniciada em maio. A avaliação está prevista para o próximo dia 18. O resultado irá definir, pelo menos, 12 homens e mulheres que atuarão no patrulhamento a partir de agosto, 24 horas por dia.
A Secretária de Segurança Pública e Cidadania, Ivoneide Antunes, diz que o aplicativo de celular, para facilitar as denúncias das vítimas, já foi finalizado e será testado até o final de julho. "Acreditamos que faremos diferença na prevenção e no combate à reincidência da violência contra as mulheres", enfatizou.
O projeto de lei que cria o programa Patrulha Maria da Penha em Juazeiro do Norte, de forma pioneira no Ceará, foi aprovado pela Câmara de Vereadores em abril.
 

Galeria de fotos


Tópicos: