Semasp promove palestras em comemorações ao Dia da Árvore

Publicado em 1 de outubro de 2017.

A Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos (Semasp) em parceria com a Fundação Escola Ambiental Monsenhor Murilo de Sá Barreto, realizou palestra para estudantes do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS do território Frei Damião, com o tema Sustentabilidade e Preservação. A ação foi realizada no Parque Ecológico das Timbaúbas, em menção ao Dia da Árvore, comemorado em 21 de setembro.

A palestra aconteceu na sala verde, espaço aberto e arejado dentro do Parque Ecológico das Timbaúbas, para mais de 25 crianças. A professora ambiental, Geórgia Rolim, dialogou com os estudantes sobre a importância das árvores para garantir a sustentabilidade e preservação do meio ambiente. “Nós abordamos o tema sustentabilidade através de práticas simples que podem ser feitas nas escolas e em casa. Foi muito interessante a participação das crianças. Nos sentimos muito felizes em repassar essa mensagem, pois entendemos que a educação ambiental tem que ser trabalhada inicialmente com as crianças, para que haja efetivamente uma mudança”, afirma.

De acordo com a Diretora de Meio Ambiente da Semasp, Kesia Lustosa, tratar de questões ambientais é muito importante por questão de sobrevivência. “Quanto mais cedo abordarmos a importância de cuidar do meio ambiente, maiores são as chances de despertar o interesse pela preservação. A educação para uma vida sustentável deve começar na fase escolar, incentivando nessas crianças atitudes, curiosidades e mudança de hábito para a formação de uma consciência ecológica”, ressalta.  

Após a palestra os jovens conheceram o viveiro do Parque Ecológico, onde tiveram acesso a variadas espécies de árvores nativas da região. Na ocasião, o Engenheiro Agrônomo da Semasp, Antônio de Pádua, conversou com os alunos sobre as espécies nativas da região do Cariri e a importância de preservá-las para o clima e bem-estar do meio ambiente.  No final da visita, foram doadas mudas de Ipê, maracujá, goiaba, tamarindo e pau-brasil para o CRAS.