Secretaria de Saúde capacita Agentes das UBS para humanização do serviço

Publicado em 31 de janeiro de 2018.

A Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte, através da Coordenação da Atenção Primária, realizou, nas tardes dos dias 29 e 30, no auditório do CEREST, uma capacitação para os agentes administrativos das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Município. O objetivo desta capacitação foi promover a humanização dos serviços de acolhimento à população e contou com a participação de 80 agentes administrativos e 12 apoiadores técnicos.

Durante a abertura, a secretária de Saúde do Município, Nizete Tavares, falou sobre a importância de acolher a população com humanidade e amor, uma vez que a Atenção Primária é a porta de entrada para os serviços da saúde. Frisou ainda que este é um momento de construção para um SUS mais humanizado e qualificado.

Os agentes administrativos são responsáveis pelo acolhimento dos usuários, pelos protocolos dos exames, por agendarem consultas médicas e de enfermagem, orientarem o fluxo interno e outras questões administrativas nas UBS.

“Estamos num processo de construção do que é responsabilidade do agente administrativo, mas antes disso queremos entender o agente enquanto pessoa, e que ele enxergue a importância de acolher bem a população que procura a UBS”, afirmou a coordenadora da Atenção Primária, Jaqueliny Rodrigues.

Oficina

No último dia 29, os agentes participaram de uma oficina sobre autoconhecimento, intitulada “Eu e os outros”, ministrada pela apoiadora institucional do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (COSEMS – CE), Neidjane Vasques, que abordou temas sobre relações interpessoais e intrapessoais. Através de dinâmicas, os agentes puderam compartilhar sentimentos e vivências sobre o trabalho que realizam.

“Bem-vindo Romeiro”

Já no dia 30, foi ofertada a oficina “Atendimento humanizado: compartilhando vida”, ministrada pela diretora de comércio e serviços da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci), Josefa Costa. A oficina faz parte do projeto desenvolvido pela Sedeci, “Bem-vindo Romeiro”, que propõe uma acolhida diferenciada e mais humanizada voltada aos romeiros e turistas. Na ocasião, foi realizado um networking entre as UBS, onde os agentes trocaram experiências positivas e negativas do seu trabalho.

De acordo com Jaqueliny Rodrigues, esta foi a primeira de uma série de capacitações que serão realizadas. “Iremos trabalhar outros pontos. Será um processo contínuo, envolvendo outros públicos, alinhando a necessidade prioritária da humanização do acolhimento. O que a gente busca é atender bem a comunidade”, concluiu.