Sedeci economiza mais de R$ 200 mil por meio de parcerias em 2017

Publicado em 8 de fevereiro de 2018.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci) promoveu, no ano de 2017, mudanças na estruturação da pasta, que além de ter como responsabilidade os setores da Indústria, Comércio e Serviços, passou a incluir Ciência, Tecnologia, Inovação e Empreendedorismo.  Ao integrar estas áreas foi possível fortalecer as parcerias entre os setores público, privado e acadêmico, ação que gerou uma economia de mais de R$ 200 mil para os cofres públicos.

A implantação das metodologias Accountability e 5Ss no desenvolvimento dos trabalhos da Sedeci, possibilitou mais eficiência na absorção de responsabilidades, auxiliando na identificação dos maiores obstáculos do setor e garantindo a resolução dos mesmo com foco e objetividade. Em 2017 a Secretaria integrou na sua equipe a função de Gerente de Projetos, profissional responsável pela triagem de editais a nível regional e nacional, em esferas públicas e privadas, para captar recursos que possam ser investidos em Juazeiro do Norte. O Gerente de Projetos também norteia as ações desenvolvidas pela pasta, a partir de uma visão mais global e integrada com as atividades desenvolvidas por outros setores do Município.

Reconhecimento

O orçamento enxuto não foi empecilho para o desenvolvimento de projetos que fortaleceram e trouxeram reconhecimento para o Município, como a Semana Global do Empreendedorismo, o Observatório Itinerante, a Sala do Empreendedor, o Ciclo de Capacitações, o projeto Bem-vindo Romeiro e a qualificação da indústria, atividades que foram realizadas em parceria com mais de 20 entidades, governos, empresas e instituições de ensino, e que possibilitaram o reconhecimento do Município em eventos e encontros no Ceará e no Paraná.

As parcerias entre setor público, privado e acadêmico foram fundamentais para a concretização das ações com economia para o Município. Ações que contribuem para o desenvolvimento do conceito Juazeiro do Norte – Cidade Inteligente, que coloca o Município no hall das grandes cidades do pais, que utilizam inovações e tecnologia no cotidiano, garantindo maior segurança e qualidade de vida para a população.

Economicidade

O Secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Michel Araújo, explica que a presença de estagiários de escolas técnicas e instituições de ensino superior, o racionamento de insumos no trabalho diário, as parcerias com o setor privado, a elaboração de projetos com as universidades se mostraram como indutores para todos os montantes economizados. “A Sedeci buscou uma maior aproximação da esfera pública com os setores privados e acadêmicos, promovendo um entendimento da dinâmica econômica do Município, desta forma sendo possível desenvolver atividades mais eficientes e articuladas e com economicidade para os cofres públicos”, ressalta.