17 de junho de 2019
Imprensa
Prefeito Arnon Bezerra decreta luto oficial de 3 dias pelo falecimento do empresário Raimundo Ferreira

O Prefeito Municipal de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, decretou luto oficial de 3 dias no Município, pela morte do empresário Raimundo Correia Ferreira. Fundador da empresa de transportes Viação Brasília, ele faleceu no último domingo, aos 88 anos, em Juazeiro do Norte.

Raimundo Ferreira foi pioneiro no transporte público intermunicipal e interestadual de em Juazeiro do Norte. A empresa de sua propriedade, a Viação Brasília, por várias décadas prestou serviços relevantes à população, contribuindo enormemente para o desenvolvimento regional e o crescimento econômico local.  

Durante o período de luto, haverá hasteamento do pavilhão nacional até meio mastro  nos prédios públicos da municipalidade.

O Velório está sendo realizado no Anjo da Guarda, onde amanhã (18) as 9 horas, haverá missa de corpo presente e, em seguida, às 10 horas o sepultamento.

Trajetória empresarial

Criada em 1958, a Viação Brasília surgiu através da iniciativa do empresário cearense Raimundo Ferreira, fundador de um dos Grupos Empresariais mais bem-sucedidos do Nordeste, o GERF – Grupo Empresarial Raimundo Ferreira. 

A primeira sede da Viação Brasília foi constituída na cidade de Cajazeiras-PB, com apenas três ônibus e ligava o Nordeste a São Paulo, uma vez por semana. Nos anos de 1960, passa a ligar as cidades do Nordeste para Brasília. 

Paralelamente as linhas interestaduais, a Viação Brasília passa a atuar no segmento intermunicipal do Cariri ainda na década de 1970, através da aquisição das linhas Juazeiro/Barbalha e Juazeiro/Crato. 

Após o fim da fase interestadual na década de 1980, a Viação Brasília permanece no transporte intermunicipal mantendo sua estrutura e sede em Juazeiro do Norte. 

Até o ano de 2009, a Empresa prestou serviços de transporte para as principais cidades do Cariri como Barbalha, Crato e Missão Velha. Com o encerramento das atividades, suas linhas foram repassadas para a operação da Via Metro, através de uma licitação pública estadual.


Tópicos: